Advento 2017

Bispos da bacia do São Francisco denunciam a destruição lenta e cruel da biodiversidade do rio
4 de dezembro de 2017
Padre Charles assume o Seminário Maria Mãe da Igreja em Janaúba.
8 de dezembro de 2017

Durante o Advento, a Igreja volta o olhar para a primeira e a segunda vindas de Jesus Cristo. Esta temporada é uma oportunidade para os cristãos se prepararem para o Natal através de um anseio e um desejo renovado pelo domínio de Deus no meio da vida cotidiana. As práticas do advento da oração e do arrependimento procuram lembrar a fidelidade de Deus revelada através do nascimento de Jesus, e encaminhar para “… a esperança bendita de Sua aparição gloriosa”. A história da nossa redenção começa com espera e expectativa:

É por isso que a igreja geralmente se abstém de cantar canções de Natal durante o Advento. É por isso que o roxo, a cor da penitência, adorna nosso altar e o pescoço do seu pregador. Não nos atrevemos a saudar o Redentor prematuramente até pararmos aqui, em uma igreja escurecida, para admitir que precisamos de redenção. Nada dentro de nós pode nos salvar. Nada pode nos salvar. Já experimentamos isso antes. Nenhum presidente, nenhuma bomba, nenhum carro novo, nenhuma garrafa, nenhum Natal branco pode salvar. Não! Para todo o consolo falso, dizemos: não! Para a alegria vazia e maquinada de um mundo terminal. Nossa esperança deve estar em alguém que vem a nós. Nós encontramos o nosso caminho apenas porque Ele vem, toma nossa mão e nos leva para casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *