CELEBRE O DOMINGO DE RAMOS EM FAMÍLIA

CNBB PROPÕE QUE DOMINGO DE RAMOS SEJA DE MODO ESPECCIAL EM TEMPO DE CORONAVIRUS
30 de março de 2020
Paróquias se mobilizam para ajudar os atingidos pelo COVID-19
24 de abril de 2020

Neste domingo, 5 de abril, a Igreja no mundo dá início a celebração da Semana Santa, que este ano vai ser diferente por causa da pandemia do Coronavírus. A conferência Nacional dos Bispos do Brasil por meio da Comissão Episcopal para a Liturgia convoca os cristãos a celebrar a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho e aclamado pelo povo cada um e cada família, em suas casas.

Para ajudar neste momento de fé e esperança a Comissão para Liturgia preparou um roteiro especial de Celebração da Palavra de Deus para ser feito em família. Além é claro de poder acompanhar as missas transmitidas pelos veículos de comunicação de inspiração católica.

  • Escolha em sua casa um local adequado para celebrar e rezar juntos.
  • Prepare sua Bíblia com o texto a ser proclamado, um crucifixo, uma imagem ou ícone de Nossa Senhora, uma vela a ser acesa no momento da celebração.
  • Escolha quem irá fazer o “Dirigente (D)” da celebração: pode ser o pai ou mãe e quem fará as leituras (L). Na letra (T) todos rezam ou cantam juntos.

A comissão indica ainda que colocar no portão ou na porta de casa (em um lugar bem visível) um ramo no momento da celebração pois marcar a casa é uma característica do povo de Deus.

De acordo com a comissão, as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora na Igreja do Brasil, afirma no número 73 que: “A casa, enquanto espaço familiar, foi um dos lugares privilegiados para o encontro e o diálogo de Jesus e seus seguidores com diversas pessoas (Mc 1,29; 2,15; 3,20; 5,38; 7,24). Nas casas Ele curava e perdoava os pecados (Mc 2,1-12), partilhava a mesa com publicanos e pecadores (Mc 2,15ss; 14,3), refletia sobre assuntos importantes, como o jejum (Mc 2,18-22), orientava sobre o comportamento na comunidade (Mc 9,33ss; 10,10) e a importância de se ouvir a Palavra de Deus (Mt 13,17.43).”

Acesse material: https://bit.ly/3aHwKXR

Fonte: www.cnbb.org.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *